Tudo sobre a obesidade nos dias de hoje

Tudo sobre a obesidade nos dias de hoje

A obesidade não é só um problema estético, que afeta a autoestima. Embora esse aspecto seja relevante, existem muitas outras questões a serem levadas em conta quando se está muito acima do peso recomendado a sua estrutura.

Entre elas, o fato da obesidade ser uma porta de entrada para diferentes doenças, uma vez que o excesso de gordura é fator de risco para uma série de quadros. Além disso, o país tem mais de 18 milhões de indivíduos obesos, de acordo com dados de 2015.

Quer saber mais? Continue lendo este artigo e descubra tudo sobre a obesidade nos dias de hoje.

Causa da obesidade

Tudo sobre a obesidade nos dias de hoje

A causa mais comum da obesidade, que consiste no acúmulo de gordura, é a ingestão em demasia de calorias.

Ou seja, é quando se come mais do que o necessário para realizar as atividades cotidianas e fazer a manutenção do organismo.

Dessa forma, pode-se dizer que a obesidade é o resultado de um consumo de alimentos maior que o gasto energético do corpo.

Fatores genéticos

Fatores genéticos também podem influenciar, embora não sejam necessariamente determinantes

Isto é, se você possui familiares obesos, pode ter uma propensão maior a se tornar um indivíduo obeso também.

Da mesma forma, a família influencia os hábitos alimentares, que quando não são adequados contribuem em muito com o ganho de peso.

É possível dizer ainda que a vida moderna é mais uma das causas da obesidade.

industrializado

Por conta da vida corrida que as pessoas têm, atualmente, cada vez mais, escolhem-se produtos industrializados para as refeições.

Em excesso, esses alimentos contribuem significativamente para o ganho de peso. Além de serem pouco nutritivos, são ricos em sal, açúcar, gorduras ruins e aditivos químicos.

A falta de atividade física é mais uma causa da obesidade, também estando associada à vida moderna.

Assim, pessoas sedentárias possuem mais chances de se tornarem obesas. E, embora sejam raras, algumas doenças podem levar à obesidade.

É o caso da síndrome de Prader-Willi e da síndrome de Cushing.

Tipos de obesidade

A obesidade se manifesta de diferentes maneiras no corpo. Veja como ela é classificada a partir disso:

Homogênea

Acontece quando a gordura em excesso está acumulada de maneira homogênea pelo corpo, tanto nos membros inferiores e superiores, quanto na região do abdômen.

Androide

É chamada obesidade em formato de maçã, predominante em homens e em mulheres que passaram pela menopausa.

Aqui, os depósitos de gordura ficam, em especial, se acumulam na região do tórax e do abdômen.

Ginecoide

Pessoas com esse tipo de obesidade têm o corpo em formato de pera, sendo que é mais comum em mulheres.

O excesso de gordura fica na região inferior do corpo, inclusive, nas coxas, quadril e nádegas.

Fatores de risco para a obesidade 

Tudo sobre a obesidade nos dias de hoje

Assim como uma alimentação pouco saudável, sedentarismo, genética e algumas doenças podem levar à obesidade, existem outros fatores de risco para essa doença.

Entre eles, alguns medicamentos, como antidepressivos, antipsicóticos, esteroides e betabloqueadores.

Como não ganhar peso

Como não ganhar peso

Porém, basta manter a alimentação equilibrada para não ganhar peso.

Da mesma forma, a idade contribui com as chances de se tornar obeso, uma vez que, à medida que se envelhece, as mudanças hormonais naturais contribuem com o ganho de peso.

Quem para de fumar também pode ficar acima do peso se não se cuidar. Por isso, é preciso ter uma atenção redobrada com a alimentação.

Não dormir bem é mais um fator de risco, já que os hormônios podem se desregular com noites mal dormidas, prejudicando o apetite.

Tratamento para a obesidade

O melhor tratamento depende de cada pessoa, sendo que em muitas das situações, mudar os hábitos alimentares e praticar atividades físicas pode ser o suficiente. No entanto, em alguns casos pode ser preciso ainda tomar remédios ou fazer cirurgias.

Esses tipos de tratamento  são, em geral, mais indicados quando o indivíduo, por causa da obesidade, está desenvolvendo problemas de saúde graves.

Dessa maneira, a melhor forma de tratar o problema é buscando a ajuda de profissionais especializados.

Complicações da obesidade

A obesidade é fator de risco para diferentes problemas de saúde, entre eles, podemos citar os seguintes:

  • Diabetes tipo 2;
  • Pressão alta;
  • Doenças do coração;
  • Derrame;
  • Artrite;

Além disso, quando a obesidade acomete crianças, existe um risco maior para elas desenvolver os seguintes problemas:

  • Pressão alta;
  • Colesterol alto;
  • Asma e demais problemas respiratórios
  • Doença no coração;
  • Problemas nos ossos;
  • Síndrome metabólica;
  • Diabetes tipo 2;
  • Distúrbios do sono;
  • Doença hepática gordurosa não alcoólica;
  • Depressão.

 

 

Você quer fazer dieta e ter um emagrecimento saudável? Mas não sabe por onde começar. Confira esse guia completo para quem quer perder gordura abdominal e emagrecer.

Clique aqui Clique aqui

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *